DB Schenker Itália abre novas instalações em Verona

Passaram 25 anos desde que a DB Schenker abriu uma sucursal em Verona - e agora a organização renovou a imagem e está a mudar-se para uma nova instalação no Interporto. Mais de 20 destinos estão ligados pelo novo terminal, onde a maioria das remessas são enviadas para a Alemanha, França, e Áustria. A instalação funciona com 60 portas numa área de mais de 40.000 m2. Todos os outros envios para a Europa são encaminhados diariamente via Hub de Milão.

"A construção do novo centro em Verona foi um projeto muito importante para nós, e é muito bom vê-lo finalmente concluído", diz Francesca Tommasini, Manager da sucursal de Verona. "O nosso principal objetivo é proporcionar aos nossos clientes o melhor apoio possível, com foco na melhoria contínua da qualidade, rapidez e flexibilidade dos serviços que oferecemos. As instalações foram concebidas com grande precisão e muita atenção aos detalhes tanto em termos de armazém como de escritórios, uma vez que a ideia era oferecer um bom ambiente aos nossos colaboradores".

Sustentabilidade

Construídas através do recurso às melhores tecnologias e materiais, as novas instalações de última geração foram também concebidas tendo em mente a sustentabilidade. De facto, o novo edifício é certificado como "Muito Bom" de acordo com a avaliação BREEAM, o que significa que cumpre normas ambientais muito rigorosas. A fim de evitar o desperdício de recursos preciosos como a água, foi criado um sistema de águas pluviais para instalações sanitárias e para a irrigação de áreas verdes. A instalação está também equipada com painéis solares, e o sistema de iluminação foi concebido para assegurar a conservação de energia, uma vez que o sistema só se ativa em espaços que estão a ser efetivamente utilizados pelos colaboradores.

O armazém

Construído numa única estrutura sem pilares, o armazém cobre uma área de cerca de 7.500 m2. Uma característica chave do armazém é o facto de ter uma configuração que permite a livre circulação sem encontrar obstáculos, permitindo e otimizando, assim, as atividades de cross-docking para operações de importação e exportação.

Logística