DAF no Top 3 dos maiores fabricantes de camiões da Europa

A quota de mercado de 16,2% no segmento de camiões pesados (16 toneladas ou mais) coloca a DAF no Top 3 dos melhores fabricantes de camiões da Europa. A quota de mercado da DAF aumentou de 9,0% para 9,7% no segmento dos ligeiros. "Os nossos camiões e serviços de primeira classe, combinados com uma excelente rede de concessionários, colocam-nos numa posição forte para alcançar um maior crescimento", afirma Harry Wolters, presidente da DAF Trucks.

Em 2019, o mercado de camiões europeu para o segmento dos camiões com 16 toneladas ou mais registou um total de 320 000 camiões, aproximadamente o mesmo número do ano anterior. "A economia europeia foi forte no ano passado, o que levou a uma elevada procura de transporte, incluindo camiões novos", afirma Harry Wolters. "A nossa quota de mercado de 16,2% no segmento de pesados é a segunda maior na história da DAF."

Líder do mercado em 6 países europeus

A DAF permaneceu líder de mercado no segmento de pesados nos Países Baixos (31,8%), no Reino Unido (29,4%), na Polónia (22,0%) e na Hungria (23,8%). Em 2019, o fabricante de camiões neerlandês ganhou também a liderança nos mercados da Bélgica e do Luxemburgo (19,4%), bem como da Bulgária (23,6%). Na República Checa, na Lituânia e na Grécia, a DAF foi o número um dos tratores pesados. Em França, o segundo maior mercado de camiões na Europa, foi a marca mais popular de tratores importados.

Quota de mercado significativamente maior no segmento de 6-16 toneladas

O mercado europeu dos camiões de serviço médio (6-16 toneladas) cresceu de 51 900 para mais de 53 600 unidades no ano passado. A quota de mercado da DAF aumentou para 9,7% (2018: 9,0%). A DAF é líder de mercado no segmento de serviço médio no Reino Unido (34,8%) e a marca europeia mais vendida na Irlanda (19,1%).

Maior crescimento fora da Europa

A DAF vendeu 7900 camiões fora da Europa. A empresa introduziu a nova geração de camiões Euro 5 e Euro 6 na Rússia, Bielorrússia, Ucrânia, América Latina, Austrália e Nova Zelândia. Em Taiwan, a DAF manteve a posição líder no mercado entre as marcas europeias no segmento de pesados. Na África do Sul, as vendas aumentaram em mais de 20%, enquanto em Bayswater, na Austrália, se iniciou a produção do versátil CF da DAF na fábrica da empresa-mãe PACCAR. A DAF vendeu também mais de 3000 motores PACCAR a fabricantes líderes de autocarros, camionetas e veículos especiais de todo o mundo.

"Recorde atrás de recorde"

"Em 2019, vendemos um número recorde de contratos de reparação e manutenção DAF MultiSupport, fornecemos serviços a um número recorde de clientes com o sistema de gestão de frotas online DAF Connect e entregámos um número recorde de camiões usados DAF aos seus novos proprietários", afirma Richard Zink, membro do Conselho de Administração responsável pelo Marketing e Vendas. "Não há certamente falta de ambição e é por isso que estamos a trabalhar em conjunto com os nossos concessionários, a fim de expandir estrategicamente a nossa rede de mais de 1100 concessionários profissionais e pontos de serviço. No ano passado, por exemplo, abrimos o nosso próprio concessionário no norte de Paris, enquanto os nossos concessionários independentes abriram um total de 50 novos concessionários na Europa, América do Sul, Ásia e África."

Pronto para crescer ainda mais

Em 2019, a DAF produziu 52 746 camiões das séries CF e XF e 11 344 veículos da série LF. De acordo com Harry Wolters, "a procura de camiões na Europa continua forte graças à estabilidade do crescimento económico europeu". "Prevemos que o ano de 2020 seja mais um bom ano para o mercado europeu de veículos comerciais, ainda que não tão bom como 2019, e entre os 260 000 - 290 000 camiões. Estamos prontos para crescer ainda mais quanto aos valores de mercado, fiabilidade, baixos custos operacionais e elevado nível de conforto para o condutor dos nossos fantásticos camiões. Além disso, a nossa gama abrangente de tratores e camiões profissionais oferece soluções personalizadas para todos os requisitos de transporte."

DAF Transporte Logística